domingo, 15 de maio de 2011

SISTEMAS INTELIGENTES DE PROTEÇÃO DO PERÍMETRO

A Segurança é o calcanhar de Aquiles de qualquer sociedade emergente ou não, isto é um fato. O homem em sua pequena trajetória na história do planeta, quando deus os primeiros passos eretos nas savanas africanas, sempre se protegeu dos animais e dos homens, portanto, os conflitos entre os homens motivados pela sobrevivência e depois pela cobiça e as desavenças (políticas e/ou religiosas), são características genéticas presentes em qualquer formação social - os conflitos (econômicos, políticos e religiosos) fazem parte da História da Humanidade. O ser humano é uma espécie "evoluiu", mais ainda é um "ser natural" e territorialista que (geneticamente) preserva seu instinto animal na defesa de seu patrimônio contra animais e homens.

Barreiras Inteligentes

As cercas elétricas têm sido utilizadas há mais de cinco décadas, principalmente para controlar o conflito homem-animal. Porém, O homem sempre foi o "lobo do homem" através de ataques em busca de novos territórios ou pilhagem. Na atualidade as hordas são formadas por terroristas e traficantes (inclusive os de colarinho branco). Mas vivemos no século da tecnologia de segurança pública e privada e, dentro do universo da proteção de instalações físicas, podemos destacar, apenas como exemplo, as Barreiras de Segurança, com Tecnologia Inteligente de primeira resposta na defesa patrimonial, uma vez que proporciona ao usuário (privado ou publico) um maior tempo de reação e obtenção de dados. A maioria dos dispositivos de segurança de perímetro eletrônicos são passivos, mesmo com utilização de sistemas de CFTV - a mídia tem mostrado que vários crimes são cometidos (furtos, roubos, sequestros,etc.) em locais apenas protegidos por muros, cercas e câmeras, simplesmente pelo fato destas barreiras não oferecerem aos criminosos a dissuasão psicológica ao infligir ferimentos ou dor não letal, portanto as barreiras passivas acabam por apresentar um desempenho de defesa limitado por não detectar e reagir automaticamente (de forma não letal) contra o (s) possível (eis) invasor (es). Portanto, a utilização de barreiras eletroeletrônica ativas, tais como cercas elétricas inteligentes, os múltiplos papéis de dissuasão (detecção, atraso e negação de entrada) seriam mais efetivos, para a segurança de locais isolados ou em áreas do perímetro urbano. Barreiras com tecnologia inteligente, com capacidade autônoma de reagir, alarmar e transmitir imagens, em tempo real, a partir da zona de intrusão, é uma ferramenta simples e eficiente, em aplicações de proteção de áreas de instalação de infraestruturas de suporte para tecnologias de Missão Crítica.


Fenzgard is the Sole Distributor for Horizont gmbh., Germany www.horizont.comin the Indian Sub-Continent, S.E Asia and the Middle East. Horizont Electric Fencing equipment have been in service-free operation since 1988(http://www.fenzgard.com/)

Cercas Ground base

Vertical Cercas

"Onde as paredes não existem, a percepção de ameaça é normalmente considerado baixo.Quando a segurança é primordial no campus de grande porte, terrestres, vertical cercas elétricas são implantados. No entanto, estas barreiras psicológicas são muito vulneráveis ​​a um determinado intruso, armado com um cortador de arame. O fator de atraso é encontrado em falta no projeto de vedações verticais, como o intruso pode cortar alguns fios na altura da cintura, que é a zona de rastreamento para os seres humanos e casualmente passo dentro Os alarmes áudio pode ser acionado, mas o intruso determinado pode ganhar acesso, em menos de 10 segundos, antes da equipe de resposta chega." (http://www.fenzgard.com/)

Offset ® Electric Fence

"O Offset ®vedação apresenta uma nova dimensão - a profundidade, em que o intruso não pode apressar o corte de cerca parcialmente. Porém,inundação luzes, ativada em 2 segundos, junto com o alarme de áudio, vai explodir a tampa da escuridão, obrigando o invasor a retirada, depois de ter cortado algumas linhas. O atraso e a negação de Forced Entry é muito superior em Offset Fenzgard ® esteprojeto da cerca elétrica, em relação ao projeto da cerca convencional" é muitomais eficiente, ao possibilitar um maior tempo de resposta. (http://www.fenzgard.com/)

Nas atividades de Comunicações Criticas este recurso seria perfeitamente aplicável, por exemplo, na proteção de Sítios de Repetição que normalmente estão localizados em locais isolados, com ou sem plantonistas, que ficam extremamente fragilizados no quesito segurança. Porém, com a aplicação de dispositivos de proteção ostensivas, com reação ao toque, através de choques elétricos (não letal, conforme as normas internacionais) e com alarmes silencioso e/ou sirenes, a segurança das instalações de Radiocomunicação e TI (repetidoras e backbones), principalmente aquelas que possuem plantonistas, estes locais estratégicos para a Segurança Pública, estariam bem mais protegida de ações de simples vândalos ou de possíveis ataques terroristas (extremistas religiosos/políticos ou do crime organizado).



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado! Sua participação é bem-vinda, contudo para evitar qualquer mal entendido vamos analisar sua opinião de forma democrática.

Loading...

Newsgula Headline Animator

Arquivo do blog