segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

BRASIL EXPANDIRÁ SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÃO COM FAIXA DE 450 MHZ



(fonte: http://www.adnews.com.br/telecom/111812.html - 10/01/2011)

O CDMA Development Group (CDG) anunciou seu apoio às novas regulamentações de canalização e condições de uso da faixa de 450 MHz, publicadas pela Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL). De acordo com as novas regulamentações, a faixa de frequência de 450-470 MHz será usada para prestação de serviços fixos e móveis incluíndo os serviços de Telecomunicações Móveis Internacionais (IMT) em todo o Brasil. O espectro será destinado em base primária (não-exclusiva) para serviços móveis (SMP), serviços telefônicos fixos (STFC) e também aos serviços de comunicação de multimídia (SCM). Desse modo, o espectro de 450 MHz será usado para fornecer telefonia móvel e fixa e serviços de dados de banda larga de maneira mais efetiva nas regiões urbanas e rurais do Brasil, ajudando a diminuir a exclusão digital no país.
“O CDG parabeniza a ANATEL por dar um passo importante para levar os serviços de dados de banda larga e de voz 3G a todos os brasileiros”, declarou Perry LaForge, diretor-executivo do CDG. “As capacidades e vantagens de propagação da faixa de 450-470 MHz fazem com que ela seja ideal para fornecer serviços de telecomunicação economicamente acessíveis nas áreas urbanas e rurais. Temos grande expectativa de trabalhar com o governo e o segmento de mercado wireless para tornar os serviços baseados em CDMA2000 acessíveis a todas as regiões do Brasil.”
Como parte do seu Programa Nacional de Telecomunicação Rural, o Ministério de Comunicações brasileiro pesquisou várias tecnologias para fornecer acesso aos serviços de telefonia e de banda larga aos cidadãos, escolas, clínicas de saúde e outras instalações públicas brasileiras nas áreas mais distantes do país. Em 2009, este programa de inclusão social e econômica descobriu que os serviços seriam mais bem fornecidos e confiáveis por meio de uma tecnologia unificada de banda larga e telefonia wireless e utilizando a faixa de 450-470 MHz. Embora a prioridade seja servir as áreas rurais do Brasil, os licenciados podem alcançar as áreas urbanas conforme seja necessário. Taxas de serviço economicamente viáveis, opção pré-paga, compartilhamento de infraestrutura e revenda de serviços são todos componentes desejáveis descritos no programa, que também exige acesso à Internet gratuito para as escolas rurais. De acordo com o Ministério das Comunicações, somente 26% das 86.654 escolas rurais do Brasil têm uma conexão telefônica e aproximadamente 1% delas têm acesso à Internet.
As regulamentações anunciadas pela ANATEL incluem as faixas de 451-458 MHz e 461-468 MHz, abrangendo um bloco de 77 MHz. Os usuários atuais das faixas de frequência de 450-470 MHz serão realocados para outras faixas de espectro alternativas para evitar interferências e facilitar a cobertura às áreas menos habitadas.
"Destinar a faixa de frequência de 450 MHz no Brasil é essencial para que os interesses sociais e econômicos brasileiros avancem,” declarou Átila Augusto Souto, Diretor de Serviços e de Universalização de Telecomunicações do Ministério das Comunicações, seguindo o anúncio da regulamentação feito em dezembro de 2010. “Ao oferecer serviços de telefonia e de Internet por banda larga economicamente viáveis, os cidadãos e as instituições públicas desta nação poderão aproveitar integralmente as enormes vantagens da revolução digital. A conectividade digital universal irá melhorar de maneira significativa a vida de muitas pessoas nas áreas urbanas, rurais e remotas do país, proporcionando-lhes uma melhor educação, cuidados de saúde e postos de trabalho."
CDMA2000 é atualmente a única tecnologia que oferece serviços de telefonia e de dados de banda larga 3G (IMT) na faixa de frequência de 450 MHz, também conhecida como CDMA450. Os sistemas CDMA450 suportam todas as normas CDMA2000 desenvolvidas pela 3GPP2 e publicadas pela TIA, incluindo: CDMA2000 1X, 1xEV-DO Revisão A, multiportadora EV-DO Rev. B, além das futuras evoluções dessas tecnologias. Elas são capazes de fornecer dados de voz, acesso à Internet de alta velocidade, multicasting de televisão e multimídia, serviços de localização, push-to-call, rede social, assistência de saúde remota, mobile banking e serviços de dados de banda larga em ambientes rurais e urbanos usando redes fixas, com mobilidade limitada ou com mobilidade completa.
A CDMA450 continua a se expandir rapidamente em todo o mundo para atender a necessidade de serviços de telecomunicação economicamente acessíveis aos mercados urbano e rural, com 116 operadoras que fornecem serviços 3G em 61 países. A comunidade CDMA comercializa dispositivos multimodo e de multibanda para melhor suportar roaming doméstico e internacional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado! Sua participação é bem-vinda, contudo para evitar qualquer mal entendido vamos analisar sua opinião de forma democrática.

Loading...

Newsgula Headline Animator

Arquivo do blog