sábado, 30 de abril de 2011

SESEG instala TABLET CONECTA em viaturas da PMERJ



Em breve 500 carros da PM do Rio de Janeiro receberão "TABLETS" com acesso à internet via 3G. Esta aquisição direta, realizada pela SESEG, terá como única fornecedora a empresa GEOCONTROL (http://www.geocontrol.com.br/) a um custo de R$ 6,9 milhões de reais. Graças aos chips 3G, contratados junto a operadoras de telefonia, as viaturas operacionais da PMERJ, que atuam no patrulhamento da Região Metropolitana do RJ, poderão acessar a internet e todos os sistemas da Secretaria de estado de Segurança do Rio de Janeiro - SESEG/RJ, como o banco de dados INFOSEG. O conteúdo das informações será disponibilizado de acordo com a com senha de acesso do PM. Será uma quebra de paradigma que permitirá finalmente uma cooperação entre as diversas agências públicas que, quando esta integração estiver realmente disponível, irá permitir uma maior sinergia entre as informações e as atividades policiais de campo e/ou de inteligência. No futuro, o policial Militar poderá saber na hora se, por exemplo, um detido tem mandado de prisão decretado pela Justiça ou antecedentes criminais, poderá registrar flagrantes, preencher boletins de ocorrência, e outras autuações no próprio local do delito, minimizando o tempo perdido no deslocamento para registrar a ocorrência e, principalmente, dentro das Delegacias. Portanto, quando os necessários ajuste administrativos estiverem concluídos, os dados poderão ser disponibilizados e registrados "on-line", no interior da viatura da PMERJ, esta facilidade irá permitir que tecnologias multimídia que utilizam o recurso GSM em 3G, como esta fornecida atualmente pela empresa GEOCONTROL, recebam as informações necessárias para que o PM registre as suas ocorrências em tempo real.

"Cada computador custou cerca de salgados 3.500 reais à Secretaria de Segurança, valor que poderia ser menor. O projeto será pago com recursos oriundos de um acordo entre o governo do Estado e o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro."(fonte http://www.noticiasautomotivas.com.br/2-000-tablets-com-3g-serao-usados-nos-carros-da-pm-do-rio-de-janeiro/)

A SESEG demonstra seu empreendedorismo, ao investir pesado, a verba fornecida pelo TJ, em uma nova tecnologia recém desenvolvida pela empresa GEOCONTROL (que está sendo intensamente aperfeiçoada), com auxilio direto dos Assessores Técnicos da SsMT/SESEG, as ações conjuntas (SESEG/GEOCONTROL) visam o aperfeiçoamento do "TABLET CONECTA" para que ele possa ser ajustado para atender as demandas da realidade operacional da PMERJ. O CONECTA foi inicialmente instalado, no período de testes, nas ambulâncias do SAMU e agora será instalado em viaturas operacionais da PMERJ.

"Um tablet PC ou simplesmente tablet é um dispositivo pessoal em formato de prancheta que pode ser usado para acesso à Internet, organização pessoal, visualização de fotos, vídeos, leitura de livros, jornais e revistas e para entretenimento com jogos 3D. Apresenta uma tela touchscreen que é o dispositivo de entrada principal. A ponta dos dedos ou uma caneta aciona suas funcionalidades. É um novo conceito: não deve ser igualado a um computador completo ou um smartphone, embora possua diversas funcionalidades dos dois"(wikipédia)

O Brasil está entrando, de forma eficiente, no mercado de fabricação de TABLETS para Missões Criticas, o que está promovendo uma maior concorrência no mercado brasileiro que pode até expandir-se para os demais países do MERCOSUL. Recentemente a PM de São Paulo realizou um processo licitatório que permitiu a aquisição de 11 (onze mil) "TABLET i-MXT" (http://www.mxt.com.br/), projetados e industrializados por brasileiros, em Minas Gerais. A Secretaria de Estado de Segurança do Rio de Janeiro - SESEG/RJ, através de processo de aquisição diferente do aplicado pela PM de São Paulo, está atuando no desenvolvimento e comprando diretamente com a GEOCONTROL os "TABLETs CONECTA" para serem instalados em viaturas da PMERJ.

Para o sucesso e a transparência dos processos de aquisição de tecnologias de Missão Critica é importante que a livre concorrência seja incentivada, pois possibilita a aquisição de soluções nacionais e/ou estrangeiras, com maior qualidade técnica e operacional, a um custo que seja satisfatório para os contribuintes brasileiros.

JAMMER:

Equipamentos de Comunicações Criticas para Segurança Pública que utilizam os recursos GSM estão sendo empregados mais intensamente em diversas soluções AVL, incluindo os Tablets, por exemplo, o CONECTA e o i-MXT (http://www.mxt.com.br/). Porém existe um grande risco de segurança na utilização destas soluções, cada vez mais aplicadas no Brasil e em outros países, que podem torná-las inadequadas (inseguras) para emprego na segurança pública e/ou privada. O GSM, e outras tecnologias de telefonia celular, está sujeito a sofrer interferências de bloqueadores JAMMER. Em outros países já existem dispositivos legais que procuram minimizar esta interferência, mas no Brasil, caso não seja criada uma legislação que proíba a total comercialização, em território brasileiro, de aparelhos bloqueadores JAMMER, fatalmente, os investimentos em soluções embarcadas com tecnologia celular poderão ser perigosamente prejudicados.

- Os bloqueadores JAMMER atuam sobre as seguintes tecnologias de comunicação: GSM, TDMA, CDMA, IDEN (nextel), PCS, DCS, NMT e AMPS (.http://www.stopcel.com)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado! Sua participação é bem-vinda, contudo para evitar qualquer mal entendido vamos analisar sua opinião de forma democrática.

Loading...

Newsgula Headline Animator

Arquivo do blog