sábado, 11 de junho de 2011




A SEGURANÇA PUBLICA E A TECNOCRACIA


"Numa sociedade tecnocrática, ocorre basicamente a troca da mão-de-obra humana pelas máquinas, de modo a deixar espaço para os humanos apenas quando essencial."


A tecnocracia seria uma sociedade perfeita, mas onde estaria a emoção e a razão humana? Não haveria humanidade seria uma sociedade puramente mecanizada sem sentimentos, sem as duvidas e incertezas, compaixão, etc., aspectos humanos, que promovem o raciocínio, que nos difere das formigas, perfeito exemplo de vida em prol de um único objetivo, onde cada individuo executa sua tarefa sistematicamente, sempre da mesma forma. Portanto, o excesso de tecnologia dentro das atividades de Segurança Pública, sem sombra de dúvida, traz consideráveis benefícios, para os Profissionais de Segurança Pública em sua missão de garantir a Ordem Pública. Manter a ordem pública é um dever do Estado e direito do cidadão. A manutenção da ordem é uma missão da Polícia exercida pelo seus agentes para promover a paz social, a tranquilidade social, etc.

Para o cidadão, o profissional de segurança pública é o mais importante representante do poder publico nos momentos de conflito social, pois, quando o cidadão necessita do auxílio do poder público, principalmente, nas ocorrências ligadas a segurança pública, ele normalmente, faz a sua solicitação através de um meio tecnológico (o telefone). No momento que ele liga para o 190 é startado, em tese, uma complexa cadeia receptiva do aparato do Estado, para atender a emergência do cidadão. Em uma sequência, o atendedor no 190, recebe a ligação e adiciona todos os dados, do solicitante e da ocorrência, em seu "desktop" e depois os envia "online" para o sistema de despacho de viatura. O despachador, ao verificar na tela de seu "desktop", a existência de uma emergência, determina, via "radiocomunicador" e/ou através do teclados de seu "desktop", que uma viatura seja deslocada para o local da possível emergência, então, o policial da viatura através de seu "radiocomunicador" e/ou "terminal de bordo", recebe a determinação para se deslocar ao local da ocorrência. Como é possível observar, os procedimentos de atendimento da emergência do cidadão, assemelha-se ao comportamento das formigas, um processo sistemático e repetitivo. Mas existe um elemento diferencial e mais importante nesta história, os elos de ligação, homens e mulheres, que operam os recursos tecnológicos utilizados no atendimento da emergência, da origem ao seu término. Portanto, a qualidade e a eficiência da resposta do Estado, no atendimento ao cidadão, que se encontra em uma situação de emergência (policial ou não), não reside na tecnologia somente. O maior e o mais importante elemento nesta ação ainda é,e sempre será, o ser humano (o policial, o bombeiro, etc.). Então se a Política de Segurança Pública - no Brasil, nos EUA, na Inglaterra, em fim, em qualquer país democrático, ficar focada apenas na tecnologia como única solução de aplicação da lei e/ou defesa civil, doutrinando seus gestores (que atuam nos canais de atendimento e resposta das emergências), em um futuro próximo, a substituir as pessoas por robôs ou doutriná-las para que passem a agir como se assim fossem (formigas mecânicas). Se esta política tecnocrata for realmente implementada, haverá uma perda irreparável na qualidade do atendimento ao cidadão, que solicita o amparo do Estado, em situações de emergência. Não é possível esquecer que em situações de Missão Crítica, quando o ser humano, de qualquer nível social, pede socorro, ele espera do poder público e da sociedade: a pronta resposta do calor humano (compreensão, respeito, amor, etc.) e não a frieza e a impessoalidade da máquina.

Um comentário:

  1. Estes completamente insano ... a melhor coisa que pode acontecer para a humanidade é para começar a usar seu cérebro e parar implorando aos deuses, políticos e outros amigos imaginários ... Eu queria morar em uma sociedade onde ele poderia cuidar das coisas que me interessam, enquanto que as máquinas fazem o trabalho duro e tentando sobreviver em retornar para a minha saúde e felicidade para os outros para acumular riqueza.

    Wikipedia: Tecnocracia, Zeitgeist, venus projeto

    ResponderExcluir

Obrigado! Sua participação é bem-vinda, contudo para evitar qualquer mal entendido vamos analisar sua opinião de forma democrática.

Loading...

Newsgula Headline Animator

Arquivo do blog