sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Indústria mineira fabrica primeiro tablet 100% nacional

link para o i-mxt

l:: Ana Paula Lobo
:: Convergência Digital :: 11/02/2011

O primeiro tablet 100% nacional já está chegando no mercado e sendo incorporado à rotina de trabalho das instituições. Produzido pela MXT Industrial, com sede em Betim, Minas Gerais, o tablet, batizado de i-MXT, está orçado entre R$ 1600 a R$ 2000,00, mas o diretor-executivo da companhia, Etiene Guerra, diz que se houver a desoneração pretendida pelo ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, o custo pode cair em até 30%.

Em entrevista exclusiva ao Convergência Digital, Etiene Guerra, ressalta que o i-MXT não tem o intuito de disputar mercado do consumidor final com Apple, Samsung, HP e Dell, apesar de ele também atender aos requisitos desse segmento. A proposta da MXT é mirar o mercado empresarial, cada vez mais interessado em unir produção e mobilidade.

O primeiro contrato da MXT para a venda do i-MXT já foi firmado, revela Guerra. Serão entregues 11 mil equipamentos para a Polícia Militar de São Paulo, num prazo de três meses. O primeiro lote de tablets - com 3 mil equipamentos inclusive, já está em produção, na fábrica de Betim, em Minas Gerais, e serão entregues em março.

"Temos outros alvos na mira, como empresas que adotam forças de vendas. Nosso produto pode ser adaptado às necessidades das corporações porque a linha produtiva e o desenvolvimento foi feito aqui. Um exemplo: o i-MXT possui tecnologia que permite o seu uso acoplado a veículos porque somos desenvolvedores de tecnologia na área (Maxtrack)", detalha o diretor-executivo.

Adaptado às necessidades do país, o tablet padece apenas do grande mal do mercado de tecnologia no país - a necessidade de importar 100% dos componentes. "O Brasil não tem uma indústria de componentes. Não tem jeito. Os componentes são comprados na Ásia", diz Guerra.

A grande expectativa da empresa, agora, está no sucesso das negociações comandadas pela Abinee e pelo ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, para incluir os tablets nos benefícios da Lei do Bem e da MP 517, editada no final do ano passado, e que desonera PIS/Cofins e IPI.

"Estamos torcendo muito para que tenhamos desoneração fiscal. Isso já nos permitiria, com certeza, baixar o preço do produto em 30%. Seríamos competitivos no mercado nacional e teríamos um fôlego ainda maior para brigar nas exportações", afirma Guerra. Meta da MXT é produzir 200 mil i-MXT até dezembro, mas se as desonerações forem aprovadas, a produção pode dobrar ainda em 2011.

Além do mercado empresarial, o i-MXT também chega para tentar conquistar um lugar nos projetos de inclusão digital do país. "O produto tem todas as condições de atender às escolas. Vamos buscar nosso espaço", completa o diretor-executivo da MXT. As exportações também são alvo do i-MXT. Sem adiantar detalhes, Guerra diz apenas que o produto deverá chegar a 12 países através de um parceiro europeu. O mercado latino-americano está sendo também trabalhado.

Conheça as especificações técnicas do i-MXT:

- Com o sistema operacional Android e capacidade de acesso EDGE ou 3G, permite que os usuários fiquem conectados à Internet ou pode converter o i-MXT em um ponto de acesso à Internet para outros usuários próximos.

- Algumas características do i-MXT, tais como o GPS de alta sensibilidade com A-GPS e suporte TMC, permitem que o equipamento seja utilizado também como um navegador veicular.

- Combinando as câmeras frontal e a traseira, é possível fazer videoconferências com outros usuários do i-MXT ou com o centro de operações, bem como tirar fotos ou vídeos sob demanda.

- A multifuncionalidade é mais um de seus pontos fortes. É possível conectar uma grande variedade de dispositivos nas portas USB, tais como impressora, leitor de código de barras, bafômetro, leitores de RFID, câmeras USB, entre outros.

- Enquanto estiver conectado ao veículo, o GPS, CAN, entradas e saídas digitais, acelerômetro, interface de fios, RS-485 e RS-232 acompanham o que acontece com o veículo, sem a necessidade do Android rodando.

Configurações:

Geral

Sistema operacional: Android 2.2

CPU 800 MHz

Memória RAM: 512 MB

Memória Flash: 512 MB

Micro SD Card de até 32 GB (opcional)

Ethernet 10/100

Acelerômetro de 3 eixos

Bússola digital

Sensor de luminosidade

Microfone e altofalante internos

Proteção contra pico de tensão (ISO7637-

Bateria interna de 5000 mAH

Temperatura de operação: -40°C a +C a 70°C para LCD)

Peso: 650g

Tamanho: 192mm x 128mm x 30mm


Conectividade sem fio


Modem Quad-band EDGE ou 3G

Bluetooth 2.0

Wi-Fi 802.11 b/g

(2.4 GHz)

Transceptor FM com suporte a RDS

50 canais, de alta sensibilidade (-160 dBm tracking)

Suporte para A-GPS

TV Digital


Interfaces



LCD Touchscreen de 7” (resolução 800

1 USB OTG

2 USB Host

2 Câmeras (frontal e traseira)

RS 232

RS 485

One-wire

Até 5 entradas digitais e 3 saídas de

CAN2.0

Saída HDMI 720p

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado! Sua participação é bem-vinda, contudo para evitar qualquer mal entendido vamos analisar sua opinião de forma democrática.

Loading...

Newsgula Headline Animator

Arquivo do blog